O monumental Palácio de Versalhes

Uma atração bem interessante para quem vai visitar a França é conhecer o Palácio de Versalhes, ou Château de Versailles, como preferir! 🙂

Trata-se de um castelo real (um dos maiores do mundo!) localizado na cidade de Versalhes em uma aldeia rural à época de sua construção, que atualmente é um subúrbio de Paris. Ir para lá é fácil também. Assim como para a Disneyland Resort Paris, é necessário pegar um metrô até uma estação RER e lá pegar um trem para Versalhes.

Imagem

Desembarcando em Versalhes.

A Corte de Versalhes foi o centro do poder do Antigo Regime na França, desde 1682, quando Luís XIV se mudou de Paris, até a família real ser forçada a voltar à capital em 1789. De Luís XIV (o Rei Sol) a Luís XVI, várias modificações ocorreram no Palácio de Versalhes. Com a Revolução Francesa, liderada por Napoleão Bonaparte, a família real foi obrigada a deixar o palácio. Pouco depois da partida da família real o palácio de Versalhes começou a ser esvaziado. Enquanto o Rei viveu, muita mobília foi removida e transferida para as Tulherias, onde ele estava. Várias pinturas e objetos de arte passaram para a guarda do Museu do Louvre, incluindo a Mona Lisa e outras obras valiosas. Demais conteúdos foram distribuídos por várias instituições públicas: livros e medalhas foram para a Bibliothèque Nationale, relógios e instrumentos científicos (Luís XVI era um entendedor de ciência) para a École des Arts et Métiers.

Imagem

Estátua do “Rei Sol” e idealizador do Palácio de Versalhes, Rei Luís XIV.

O palácio encanta pela sua grandiosidade e riqueza. Logo na entrada já se tem uma demonstração do que podemos esperar lá dentro:

 

Imagem

Imagem

Entrando no palácio, vários salões nos aguardam para apreciarmos a megalomania daquela monarquia:

Imagem

 

Capela RealImagem

Aposentos reais do Rei Luis XIV.

Imagem

Aposentos reais de Maria Antonieta.

O famoso e fabuloso Salão dos Espelhos. 

Imagem

Espetacular!

Imagem

Saindo do palácio, rumo aos famosos jardins:

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Apesar de termos ido no inverno, deu pra imaginar o quanto deve ser lindo seus jardins na primavera.

ImagemImagemImagemImagem

Reviver a história, in loco, é uma das maravilhas de se visitar a Europa. E na França podemos desfrutar tudo isso!

Beijinhos!

 

Fonte: Wikipedia

Anúncios

DISNEYLAND RESORT PARIS – VALE OU NÃO A PENA?

Quando decidimos ir a França em nossa “Eurotrip”, a Disneyland Resort Paris (antiga Eurodisney) não se encontrava em nosso roteiro. Eu já fui à Disney de Orlando uma vez e meu marido três vezes! Porém, após um jantar maravilhoso no Miss Kö (citarei num post futuro sobre Paris), passeamos pela Champs-Èlysèes e entramos na loja da Disney. Quando vimos o preço promocional de inverno (45 euros para os dois parques) não resistimos e compramos. Empolgação dada pelas bebidinhas maravilhosas “degustadas” no restaurante a pouco tempo! Rsrs… 😛

Já estávamos a um bom tempo na cidade luz e acho que por isso valeu a pena. Para quem vai ficar pouco tempo e já conhece a dos EUA, não optaria por esta programação (salvo se tiver com crianças).

Apesar da Europa ser um destino tradicionalmente mais cultural, às vezes dar uma escapada é legal! Mesmo sendo bem menor que o complexo Disney de Orlando (é menor que o Magic Kingdom), dá para sentir toda a magia e voltar a ser criança por algumas horas! O fato de termos ido no inverno não nos deixou participar de algumas atrações, mas em compensação escapamos das longas filas tradicionais de verão, o que nos fez economizar bastante tempo, apesar do parque fechar 2h antes nesta época do ano.

A Disneyland Resort Paris é integrada por dois diferentes parques: o Disneyland Paris (versão européia do parque californiano) e o Walt Disney Studios.

Para quem vai fazer os dois parques no mesmo dia, recomendo fazer o Walt Disney Studios primeiro. Ele é menor que o Disneyland Paris e dá pra otimizar melhor as atrações. Ao deixar o Disneyland Paris por último, dá para ver o encerramento do parque no castelo da Bela Adormecida com a tradicional queima de fogos!

O que tem de interessante nos parques?

1 – Walt Disney Studios: Tem inspiração cinematográfica, mas sua versão é um pouco diferente do Hollywood Studios, apesar de lá encontrarmos diversas atrações americanas famosas, tais como o elevador que despenca da atração Twilight Zone (Tower of Terror), a montanha russa Rock’n’Roller Coaster (da banda Aerosmith), o passeio pelos estúdios, a atração com efeitos especiais do filme Armageddon. Lá tem um restaurante super fofinho com o tema de Ratatouille. Há atrações bem bacanas também, como a do Procurando Nemo!

 Imagem

Entrada do Parque.

Imagem

Algumas das atrações do parque!

2 – Disneyland Paris: Parque principal, onde tem por destaque o Castelo da Bela Adormecida e as atrações mais conhecidas, como o Piratas do Caribe, a Mansão Fantasma, a Space Moutain II (para mim, a melhor!!!). A parada no final do dia é linda, mas bem menor que a dos EUA, e a queima de fogos no castelo é emocionante!! Peter Pan é o personagem principal e muitas das músicas são cantadas em francês, alternando com inglês.

Imagem

Algumas pelo dia…

Imagem

… outras pela noite! O clima de natal deixou tudo ainda mais lindo!

O acesso aos parques é fácil, podendo ir de metrô, carro, ônibus de turismo ou ônibus que sai direto do aeroporto. Optamos a ir de metrô e foi super fácil. O parque fica somente a uns 30 km do centro de Paris e se locomover de metrô, para nós, foi a melhor opção, pois a cidade é fartamente abastecida de linhas. Para chegar aos parques, tem que pegar um metrô e ir para as estações do RER (tal como a Gare de Lyon) de onde saem trens (RER A4) diretos até a estação Marne-la-Vallée em uma viagem de aproximadamente 45 minutos. A estação de desembarque é na portaria de acesso ao parque. O último trem sai do parque às 23h, mas a volta pode ter um lado ruim, pois o trem acaba voltando bem cheio e você tenha que fazer a viagem a pé. Para nós não foi nenhum incômodo.

Bom… Se valeu a pena? Para nós, demais!

Mais dicas recomendo o site Conexão Paris (verdadeiro guia para quem quer conhecer a França!) no link: http://www.conexaoparis.com.br/2013/10/30/disneyland-paris-vale-a-pena-como-e-quando/

Beijinhos!