O monumental Palácio de Versalhes

Uma atração bem interessante para quem vai visitar a França é conhecer o Palácio de Versalhes, ou Château de Versailles, como preferir! 🙂

Trata-se de um castelo real (um dos maiores do mundo!) localizado na cidade de Versalhes em uma aldeia rural à época de sua construção, que atualmente é um subúrbio de Paris. Ir para lá é fácil também. Assim como para a Disneyland Resort Paris, é necessário pegar um metrô até uma estação RER e lá pegar um trem para Versalhes.

Imagem

Desembarcando em Versalhes.

A Corte de Versalhes foi o centro do poder do Antigo Regime na França, desde 1682, quando Luís XIV se mudou de Paris, até a família real ser forçada a voltar à capital em 1789. De Luís XIV (o Rei Sol) a Luís XVI, várias modificações ocorreram no Palácio de Versalhes. Com a Revolução Francesa, liderada por Napoleão Bonaparte, a família real foi obrigada a deixar o palácio. Pouco depois da partida da família real o palácio de Versalhes começou a ser esvaziado. Enquanto o Rei viveu, muita mobília foi removida e transferida para as Tulherias, onde ele estava. Várias pinturas e objetos de arte passaram para a guarda do Museu do Louvre, incluindo a Mona Lisa e outras obras valiosas. Demais conteúdos foram distribuídos por várias instituições públicas: livros e medalhas foram para a Bibliothèque Nationale, relógios e instrumentos científicos (Luís XVI era um entendedor de ciência) para a École des Arts et Métiers.

Imagem

Estátua do “Rei Sol” e idealizador do Palácio de Versalhes, Rei Luís XIV.

O palácio encanta pela sua grandiosidade e riqueza. Logo na entrada já se tem uma demonstração do que podemos esperar lá dentro:

 

Imagem

Imagem

Entrando no palácio, vários salões nos aguardam para apreciarmos a megalomania daquela monarquia:

Imagem

 

Capela RealImagem

Aposentos reais do Rei Luis XIV.

Imagem

Aposentos reais de Maria Antonieta.

O famoso e fabuloso Salão dos Espelhos. 

Imagem

Espetacular!

Imagem

Saindo do palácio, rumo aos famosos jardins:

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Apesar de termos ido no inverno, deu pra imaginar o quanto deve ser lindo seus jardins na primavera.

ImagemImagemImagemImagem

Reviver a história, in loco, é uma das maravilhas de se visitar a Europa. E na França podemos desfrutar tudo isso!

Beijinhos!

 

Fonte: Wikipedia